quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

SE SOIS MESTRE, ESCOLHEI!

As vezes, lemos algo e não entendemos o que significa o que está escrito… As vezes, o objetivo é este, não o de elucidar, mas o de intrigar… contudo, outrora apenas, não estamos aptos ou receptivos o bastante para entender, ou não temos as ferramentas certas para entender…
O texto que segue é uma poesia de minha autoria, de cunho filosófico e maçônico… Quem tiver olhos, que veja; Quem tiver ouvidos, que ouça; quem tiver a ciência, que entenda!

Fraternos Abraços.'.

SE SOIS MESTRE, ESCOLHEI!

Se tens nas mãos a escolha
És então Senhor!

Sois vós o que define destinos
Sois aquele que diz o sim e o não.
A escolha de vossa indecisão
Não penda ela no abismo da ignorância
Nem arda na fogueira das vaidades!

Se é o homem senhor de si
Mestre feito e eleito;
Dono dos próprios passos,
Saiba ele garimpar no céu de estrelas
Encontrando o rutilante diamante
Feito pedra incorruptível
A partir do mesmo carvão
Que amanhã seremos.
Carbono do carbono,
Sempre o mesmo pelas eras
Imutáveis mutantes
A mesma base e origem.

Dai o passo adiante
Tomai vossa decisão!
Exultai, se vos exaltaram,
Mestre e Senhor
Este é o peso, o fardo
Depositado em vossos ombros!
Se queríeis bajulações
Trilhastes a senda errada
Escolher é comprometer-se!

Não fujais de vossas responsabilidades!
Oh! Carvão rude e tosco
Não seria pois o diamante
O vosso irmão gêmeo?
O mesmo carvão provado
Privado da luz
Comprimido pelo acabrunhante peso da terra
Temperado na fornalha de rochas ígneas...

Vossos caminhos não findaram
Ao passardes pelos penosos tempos
Em que fostes aprendiz e noviço.
Se sois mestre agora,
Não é cadeira, trono ou escora,
Que tereis a frente, enfim.
Vossas estradas começam aqui
Vossos pés já estão nelas
Por sobre as pedras do calçamento
E a poeira que levanta
Denuncia o movimento dos pés.

Escolhei, pois, Senhor
Direita, esquerda, avante
Ou retroceder, também podeis
O destino está em vossas mãos
Mas não vos olvideis!
Sois mestre em formação
E vossa missão é ensinar
Mas podeis renunciar ao vosso mandato
Diamante jamais chegareis a ser
E vosso destino então será arder
Na fornalha de nossos templos...
Se não fordes Luz nem Beleza
Que ao menos aqueçais os corações
Das pobres viúvas, nossas mães
E dos irmãos desamparados.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A HIPOCRISIA DO BRASILEIRO...

Meus caros, recebi este texto por e-mail e julguei-o muito verdadeiro…
Reflitamos, pois.
Fraternos Abraços.'.

SE O BRASILEIRO É ASSIM:

A- Coloca nome em trabalho que não fez.

B- Coloca nome de colega que faltou em lista de presença.
C- Paga para alguém fazer seus trabalhos.
1. - Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

2. - Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

3. - Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

4. - Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, e até dentadura.

5. - Fala no celular enquanto dirige.

6. - Usa o telefone da empresa onde trabalha para ligar para o celular dos amigos (me dá um toque que eu retorno...) - assim o amigo não gasta nada.

7. - Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

8. - Para em filas duplas, triplas, em frente às escolas.

9. - Viola a lei do silêncio.

10. - Dirige após consumir bebida alcoólica.

11. - Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.


12. - Espalha churrasqueira, mesas, nas calçadas.

13. - Pega atestado médico sem estar doente, só para faltar ao trabalho.

14. - Faz 
"gato " de luz, de água e de tv a cabo.

15. - Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.

16. - Compra recibo para abater na declaração de renda para pagar menos imposto.

17. - Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.

18. - Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10, pede nota fiscal de 20.

19. - Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

20. - Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

21.. - Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se
 fosse pouco rodado.

22. - Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata
s.

23. - Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

24. - Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.

25. - Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

26. - Frequenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.

27. - Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos, como clipes, envelopes, canetas, lápis... como se isso não fosse roubo.

28. - Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.

29. - Falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado.

30. - Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.

31. - Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.

32. - Doa sangue, só para pegar atestado e, consequetemente, faltar ao trabalho.

E quer que os políticos sejam honestos....

Escandaliza-se com o mensalão, o dinheiro na cueca, a farra  das passagens aéreas...

Esses políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo, ou não?

Brasileiro reclama de quê, afinal?

E é a mais pura verdade, isso que é o pior! Então sugiro adotarmos uma mudança de comportamento, começando por nós mesmos, onde for necessário!
Vamos dar o bom exemplo!
Espalhe essa idéia!
"Fala-se tanto da necessidade deixar um planeta melhor para os nossos filhos e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores (educados, honestos, dignos, éticos, responsáveis) para o nosso planeta, através dos nossos exemplos...." 

Esse é um dos e-mails mais verdadeiros que recebi. Colhemos o que plantamos! A mudança deve começar dentro de nós, nossas casas, nossos valores, nossas atitudes.
 Para Refletir...

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

A MEDALHA DE SÃO BENTO

      Já há um bom tempo minha atenção fora chamada para um adesivo interessante, em forma de brasão ou medalha, colado em carros. O brasão continha uma cruz em seu centro e várias letras gravadas, que julguei se tratar de uma abreviatura de uma citação. Encimava todo o conjunto a palavra PAX, paz, em latim. Em uma ocasião, vi o mesmo símbolo em uma loja de artigos religiosos, mas, infelizmente na ocasião, não tive como obter dados a respeito da peça. 
      Coincidentemente, uma das minha paciente de consultório estava usando a mesma medalha em um colar; após terminar seu atendimento, pedí-lhe escusas pela indiscrição e solicitei uma explicação sobre o significado da peça que portava ao colo. A D. Vilma, pessoa amável e muito prestimosa, informou-me com satisfação em se tratar da Medalho de São Bento, protetor contra roubos, assaltos e males do corpo. Cativado pelo assunto, fiz uma  breve pesquisa que exponho aqui.
Abraços Fraternos.'.


Sem dúvida a medalha de São Bento é uma das mais veneradas pelos fiéis. A ela se atribuem poder de remédio, seja contra certas enfermidades do homem e animais, ou contra os males que podem afetar o espírito, como as tentações do poder do mal. Muito freqüente também é colocá-la nos cimentos de novos edifícios como garantia de segurança e bem-estar de seus moradores.
A origem desta medalha se fundamenta em uma verdade e experiência do cunho espiritual que aparece na vida de São Bento tal como a descreve o papa São Gregório no Livro II dos Diálogos. O pai dos monges usou com freqüência do sinal da cruz como sinal de salvação, de verdade, e purificação dos sentidos. São Bento quebrou o vaso que continha veneno com o sinal da cruz feito sobre ele. Quando os monges eram perturbados pelo maligno, o santo mandava que fizessem o sinal da cruz sobre seus corações. Uma cruz era o selo dos monges na carta de sua profissão quando não sabiam escrever. Tudo isso não faz mais que convidar seus discípulos a considerar a santa cruz como sinal benfeitor que simboliza a paixão salvadora do Senhor, porque se venceu o poder do mal e da morte.
A medalha tal como hoje a conhecemos, remonta ao século XII ou XIV ou talvez a uma época anterior de sua história. No século XVII, em Nattenberg, na Baviera, em um processo contra umas mulheres acusadas de bruxaria, elas reconheceram que nunca haviam podido influir malignamente contra o mosteiro beneditino de Metten porque estava protegido por uma cruz. Feitas, com curiosidade, investigações sobre essa cruz, descobriram que nas paredes do mosteiro estavam pintadas várias cruzes com algumas siglas misteriosas que não puderam ser decifradas. Continuando a investigação entre os códices da antiga biblioteca do mosteiro, foi encontrada a chave das misteriosas siglas em um livro do século XIV. Assim sendo, entre as figuras aparece uma de São Bento segurando com a mão direita uma cruz que continha parte do texto que se encontrava só em suas letras iniciais nas hastes das cruzes pintadas nas paredes do mosteiro de Metten, e na esquerda portava una bandeirola com a continuação do texto que completava todas as siglas até aquele momento misteriosas.
Muito mais tarde, já no século XX, foi encontrado outro desenho em um manuscrito do mosteiro de Wolfenbüttel representando um monge que se defende do mal, simbolizado numa mulher com uma cesta cheia de todas as seduções do mundo. O monge levanta contra ela uma cruz que contém a parte final do texto. É possível que a existência de tal crença religiosa não seja fruto do século XIV, senão, muito anterior.

Explicação do anverso

Nas antigas medalhas aparece, rodeando a figura do santo, este texto latino em frase inteira: Eius in obitu nostro presentia muniamur"Que a hora de nossa morte, nos proteja tua presença". Nas medalhas atuais, freqüentemente desaparece a frase que é substituída por esta: Crux Sancti Patris Benedicti, ou todavia, mais simplesmente, pela inscrição: Sanctus Benedictus.

Explicação do reverso

  1. Em cada um dos quatro lados da cruz: C. S. P. B.
    Crux Sancti Patris Benedicti. Cruz do Santo Pai Bento
  2. Na vertical da cruz: C. S. S. M. L.
    Crux Sacra Sit Mihi Lux. Que a Santa Cruz seja minha luz
  3. Na horizontal da cruz: N. D. S. M. D.
    Non Draco Sit Mihi Dux. Que o demônio não seja o meu guia
  4. Começando pela parte superior, no sentido horário: V. R. S. Vade Retro Satana. Afasta-te Satanás - N. S. M. V. Non Suade Mihi Vana. Não me aconselhes coisas vãs - S. M. Q. L. Sunt Mala Quae Libas. É mau o que me ofereces - I. V. B. Ipse Venena Bibas. Bebe tu mesmo teu veneno
Na parte superior, em cima da cruz aparece a palavra PAX e nas mais antigas IESUS


quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

COMO CHAMAR A POLÍCIA...

Meus caros, o tempo tem corrido cada vez mais rápido e quanto percebemos o "hoje" já virou ontem e já estamos atrasados para o amanhã… Não tenho postado muito justamente por esta "falta de tempo". Contudo, não pude evitar de colocar este texto aqui, que seria cômico, caso não fosse trágico!
Deus guarde todos.'.

Tenho sono muito leve, e numa noite dessas notei que havia alguém andando sorrateiramente no quintal de casa.
Levantei em silêncio e fiquei acompanhando os leves ruídos que vinham lá de fora, até ver uma silhueta passando pela janela do banheiro.Como minha casa era muito segura, com  grades nas janelas e trancas internas nas portas, não fiquei muito preocupado, mas era claro que eu não ia deixar um ladrão ali,espiando tranqüilamente.Liguei baixinho para a polícia, informei a situação e o meu endereço.  Perguntaram- me se o ladrão estava armado ou se já estava no interior da casa.. Esclareci que não e disseram-me que não havia nenhuma viatura por perto para ajudar, mas que iriam mandar alguém assim que fosse possível.Um minuto depois liguei de novoe disse com a voz calma:-Oi, eu liguei há pouco porque tinha alguém no meu quintal. Não precisa mais ter pressa. Eu já matei o ladrão com um tiro da escopeta calibre 12, que tenho guardada em casa para estas situações. O tiro fez um estrago danado no cara!Passados menos de três minutos, estavam na minha rua cinco carros da polícia, um helicóptero, uma unidade do resgate, uma equipe de TV e a turma dos direitos humanos, que não perderiam isso por nada neste mundo.Eles prenderam o ladrão em flagrante, que ficava olhando tudo com cara de assombrado.Talvez ele estivesse pensando que aquela era a casa do Comandante da Polícia.No meio do tumulto, um tenente se aproximou de mim e disse:-Pensei que tivesse dito que tinha matado o ladrão.Eu respondi:- Pensei que tivesse dito que não havia nenhuma  viatura disponível.(Luiz Fernando Veríssimo)APRENDA A CHAMAR A POLÍCIA!...

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

UMA ASSINATURA, É O QUE PEDIMOS!

Pessoal, Vamos fazer a nossa parte!
Assista ao vídeo e assine a petição!
Não vamos deixar mais um desastre ambientar de proporções colossais ocorrer debaixo de nossas barbas e sob tutela do governo!
http://www.youtube.com/movimentogotadagua
Assine! O brasil agradece... Seus filhos merecem!
http://movimentogotadagua.com.br/assinatura

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

PERGUNTA POLITICAMENTE CORRETA!

Recebi este questionamento por e-mail e julguei-o muito pertinente. Não tenho a autoria, porém, acho importante repassá-lo para todos!


"Já que colocam fotos de gente morta nos maços de cigarros...
Por que não colocar também gente obesa em pacotes de batata frita...
De animais torturados nos cosméticos...
De acidentes de trânsito nas garrafas e latas de bebidas alcoólicas...
De gente sem teto nas contas de água e luz...
E de políticos corruptos nas guias de recolhimento de impostos?"

SUPERAÇÃO!

Fico pensando em tudo o que nós temos e o quão egoísta somos, a ponto de acharmos que não temos nada ou que somos infelizes por não ser ou não ter algo que desejamos…
Este vídeo que posto aqui é para se pensar na nossa vida! Ele fala por sí… dispensa qualquer outro comentário!
Viva a vida e seja grato por ela e por tudo o que tem!

video

(Agradeço ao Rafael, meu cunhado, por mandar o vídeo pra mim!)

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

CANÇÃO DO CARBONÁRIO

Em virtude de nossa reunião mensal da AMFLAC - Academia Maçônica Florestal de Letras, Artes e Cultura, resolvi apresentar uma obra diferente; geralmente eu exponho pinturas ou apresento Crônicas, mas desta vez, optei por escrever uma poesia. Suas estrofes foram construídas de modo que a cadência das sílabas tônicas imprimam na leitura a semelhança de um toque de tambor de guerra… Apreciem!


Forte e alto,
Da batalha,
Sois guerreiro,
Campeão

Carbonário
Que lutara,
A tua arma
É a razão

Vive e luta
Pela Honra
Liberdade
E União

Do teu povo
A tua pátria
És o grande
Guardião

Que o malhete
E que o machado
Nunca escapem
De tuas mãos.

Pelo esquadro
E o compasso
És guiado!
Retidão!

Pedra Bruta
Lapidada
Sois o Templo
Construção!

Pavimento
De mosaico
Branco e preto
Sucessão.

Jakin e Booz
Imponentes
Em teu Templo
Salomão

Lado a lado
Das suas portas
São do Templo
Guardiões

Carbonários
Responsáveis
Da melhora
Da nação!

Aprendizes,
Companheiros,
Também Mestres
Que o são

Pro sagrado
Grande Mestre
Rende Graças
Tua oração

Cantem todos
Cantem alto
A São Theobaldo
E São João.

Rendam graças
Peçam forte
Na cadeia
D’união!

Nunca esqueças
Que és guiado
Por teu puro
Coração!